LIGAMOS AGORA!

SE PREFERIR, LIGUE GRÁTIS

0800 772-9000

Qual modelo de descarga de vaso sanitário escolher?

Ao construir ou reformar o banheiro, muita gente não se liga em um detalhe muito importante: a descarga do vaso sanitário


modelos de descarga de banheiro

Que ela é necessária, todo mundo sabe, mas a maioria não dá a ela a devida importância. A escolha certa pode influenciar na rotina de várias formas, desde a economia na conta do fornecimento de água até a sua eficiência no dia a dia, passando pela sustentabilidade e o respeito ao meio ambiente.

Há vários modelos de descarga e, dependendo do perfil da sua residência, um deles, com certeza, será o mais adequado. O tipo de descarga inadequada pode até contribuir para o entupimento do vaso, por mau funcionamento ou falta de pressão suficiente na água. Conheça os tipos de caixa de descarga e sistemas de ativação e descubra qual o modelo ideal para a sua casa.

Caixa de descarga externa, acoplada ou embutida?


A escolha do tipo de caixa de descarga vai muito além de uma questão estética ou econômica. Vários fatores devem ser levados em conta, como a capacidade de proporcionar um satisfatório escoamento dos detritos. A caixa externa, modelo antigo e mais popular, é aquela mais comumente encontrada nas construções antigas. Fixada numa posição bem alta na parede acima do vaso sanitário para dar maior pressão a água, é acionada por meio de um cordão de nylon. Este tipo costuma ser mais em conta e é também mais fácil de fazer a manutenção, bastando abrir a tampa superior para fazer a substituição das peças, que por outro lado, também costumam ser mais frágeis.

A caixa acoplada é um modelo integrado a parte de trás do vaso, perto da parede.

Já a caixa embutida é aquela que fica invisível, dentro da parede. Além de mais discreta, ela é também cara por ser mais moderna, segura e capaz de proporcionar uma economia de água de até 25 cm³ em relação à acoplada. Como esteticamente ela deixa o ambiente mais bonito, o imóvel também acaba sendo mais valorizado, até porque o risco de contaminação também é bem menor.

Na dúvida, procure optar sempre pelas caixas de embutir, cujas vantagens compensam o preço mais caro. A instalação, por exemplo, utiliza o mesmo ramal do chuveiro, da torneira e do registro, ao contrário da acoplada, que precisa de uma tubulação exclusiva. Ela é também mais silenciosa e duradoura, com manutenção bastante simples também.

Descubra o melhor modelo de descarga de vaso sanitário para você



  • Por corda ou botão


modelos de descarga de banheiro 1De todos os mecanismos de acionamento, a corda é o mais antigo que ainda se encontra em atividade. O sistema também conhecido como caixa de engate é usado nas caixas acopladas e aciona o despejo de todo o conteúdo da caixa (entre 6 e 9 litros) no vaso sanitário. A corda é um método simples e barato, sem qualquer apelo estético ou sustentável.

  • Dual Flush


modelos de descarga de banheiro 2O mecanismo também é de acionamento manual e conta com dois botões em um mesmo dispositivo, para descarga completa ou meia descarga. É prático e econômico, permitindo que a quantidade de água seja escolhida de acordo com a necessidade. O bom uso pode significar uma economia de até 30% em relação à corda, sendo indicado para casas em que o fluxo de pessoas é considerado mediano.

  • Sensor


modelos de descarga de banheiro 3São as mais caras e as mais indicadas em residências, comércios ou estabelecimentos com grande circulação de pessoas: o acionamento é automático pelo sensor de presença, liberando exatos 6 litros de água. Também é considerado um mecanismo bastante econômico.

 

Faça uso racional do vaso sanitário


De qualquer forma, é preciso atentar para fato de que, independente do tipo de descarga, é importante usar o vaso de forma racional, mantendo a sua manutenção em dia. Sim, vasos sanitários também precisam de manutenção regular, não apenas em relação à higienização ou quando entopem, mas é preciso manter todos os dutos devidamente desobstruídos. O primeiro passo é a prevenção, até porque quando entope ele precisa ser interditado, resultando numa situação que costuma ser bastante desagradável.

É preciso ter o cuidado – e conscientizar toda a família – de não jogar qualquer tipo de detrito no vaso. Qualquer partícula sólida pode causar um grande estrago, principalmente papel higiênico em excesso e absorventes íntimos. Não caia na armadilha de pensar que a sua descarga é “forte” o suficiente ou que a tubulação dá conta de tudo, porque na prática não é bem assim. Quando você menos esperar, vai acontecer: em vez do detrito descer a água vai subir, subir... até o vaso transbordar e gerar transtornos que ninguém gosta de ter.

Se – e quando - isso acontecer, deixe de lado aquele desentupidor jurássico e chame logo um especialista. Ele chegará com as ferramentas e o conhecimento necessário para resolver o problema de forma adequada e duradoura, desde que a partir do desentupimento haja um uso racional do vaso, é claro. A Desentupir 24h, por exemplo, resolve o problema sem quebra-quebras de pisos ou paredes, preservando seu patrimônio e evitando prejuízos maiores, removendo apenas a louça sanitária para restabelecer as funções do sistema.

Você pode contar com os serviços da empresa desentupidora de vaso sanitário a qualquer momento do dia ou da noite, mesmo nos finais de semana e feriados. Rapidamente uma das equipes de plantão estará na sua casa resolvendo o problema de forma prática e eficiente.

 

Saiba também Como desentupir vaso sanitário

Este conteúdo é protegido pela lei de direitos autorais (Lei 9.610 de 19/02/1998). Sua reprodução total ou parcial é proibida nos termo da lei.

Copyright a Desentupir 24h Comércio de Serviços Ltda. © 2015