LIGAMOS AGORA!

SE PREFERIR, LIGUE GRÁTIS

0800 772-9000

Furto de água, saiba quais são as punições para quem pratica

Furto de águaAções punitivas contra infratores podem causar até penas em regime fechado

O alto número de água roubada em 2015, sobretudo em São Paulo, alarmou a Companhia de Saneamento Básico de São Paulo (Sabesp). Em virtude da crise hídrica que assola o Estado, muitas pessoas praticaram a infração para sabotar o número do hidrômetro e, assim, evitar multas por elevado consumo de água.

Segundo estimativas da própria companhia, o volume desviado poderia abastecer uma cidade paulista de médio porte por um mês. Contudo, o que muitos sabotadores não sabem é que se o furto for flagrado pela Polícia Civil, o infrator será autuado por roubo e a pena poderá compreender até oito anos em regime fechado, sem direito a fiança.

Por isso a Sabesp redobrou seu esforço em identificar os delitos, por meio de vistorias regulares em estabelecimentos que tiveram uma considerável diminuição no consumo de água. A investigação mobiliza centenas de funcionários da companhia desde meados de 2015.

Caso o responsável pela residência ou estabelecimento comercial se negar a receber o profissional da Sabesp, as autoridades serão acionadas de imediato.

A ação para coibir o desvio ilegal de recursos já registrou ocorrências em muitas residências particulares e, principalmente, em estabelecimentos comerciais que dependem da água, como lanchonetes, restaurantes, lava rápidos, estacionamentos, etc. Quer saber de todas as novidades e dicas de desentupimento? Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro de tudo!

Este conteúdo é protegido pela lei de direitos autorais (Lei 9.610 de 19/02/1998). Sua reprodução total ou parcial é proibida nos termo da lei.

Copyright a Desentupir 24h Comércio de Serviços Ltda. © 2015