LIGAMOS AGORA!

SE PREFERIR, LIGUE GRÁTIS

0800 772-9000

Desentupidora em Santo André

Desentupimento de esgoto em Santo André e ABC?


Ligue 11 5522-9000 e chame a Unidade Desentupidora Santo André da Desentupir 24h.
A unidade desentupidora em Santo André, no ABC, é a empresa que executa os melhores serviços de desentupimento em toda a região. Atuando há mais de 20 anos com desentupimentos, mantém sempre o mesmo alto padrão de atendimento e qualidade, satisfazendo totalmente as necessidades dos clientes.

A desentupidora Santo André da Desentupir 24h mantém estrutura composta por técnicos capazes e ágeis, que utilizam os melhores equipamentos para realizar desentupimento em residências, empresas, condomínios, comércios, escolas e demais atividades. Mantém ainda serviços limpeza de caixa de água e de limpa fossa, desentupimento de encanamentos, desentupimento de esgoto e de tubulações de águas pluviais, inclusive em redes e galerias extensas. Além disso, a desentupidora de esgoto realiza serviços especializados como hidrojateamento (desentupimento executado com equipamentos de alta pressão que trituram raízes, pedras, cimento, restos de obras e outros resíduos resistentes encontrados nas tubulações) e a vídeo de inspeção(diagnósticos por imagem, com uso de micro câmeras que auxiliadas por lâmpadas de LEDs permitem visualizar e gravar para identificar o ponto exato para realização do reparo, proporcionando prejuízos com quebras e economia de tempo e de dinheiro).

Através de unidade desentupidora Santo André, a Desentupir 24h executa desentupimentos com preços e condições de pagamento muito acessíveis. O call center 11 5522-9000 permanece de plantão 24 horas. Solicite uma visita gratuita de um especialista em desentupimento, a qualquer hora do dia ou da noite. O orçamento é sem compromisso.

As equipes da desentupidora em Santo André utilizam equipamentos com sondas especiais, ponteiras de aço e cabos espirais flexíveis que giram 360 graus em movimentos horário e anti-horário, realizando desentupimentos sem a necessidade de se quebrar pisos ou paredes, independente do diâmetro, número de curvas ou extensão, removendo completamente os resíduos e restabelecendo em 100% as funções originais das tubulações.

Para desentupimento de vasos sanitários, a desentupidora em Santo André da Desentupir 24h trabalha cuidadosamente para evitar a quebra de louças, pisos e paredes. Desentupimento de ralo também é feito com muito cuidado, sem a necessidade de quebrar azulejos ou pisos. Desentupimento de pia é mais uma especialidade da desentupidora em Santo André, com a remoção dos resíduos gordurosos solidificados no interior da tubulação da pia, garantindo o prefeito funcionamento dos encanamentos em residências, condomínios, edifícios, comércio, indústria, hospitais, creches, escolas, parques públicos, veículos automotores, aviões ou aeronaves, navios ou embarcações e outras instalações.

Dia e noite, a Central de Atendimento da melhor entre as desentupidoras mantém equipes de prontidão para atender com rapidez a chamados para desentupir vasos sanitários em todo o ABC, Grande São Paulo, litoral e interior do estado. A visita é grátis e o orçamento é sem compromisso.

Os profissionais especializados da Desentupir 24h também executam desentupimento com métodos não destrutivos (MND) em colunas de esgoto e colunas de águas pluviais em edifícios, condomínios e demais instalações. Com a raspagem e higienização tanto da coluna de esgoto, como da coluna de águas pluviais restabelece a funções dos sistemas, removendo os detritos sem causar danos as tubulações ou incômodos ao usuários, com o sucesso dos serviços garantidos por escrito.

Ligue para a unidade desentupidora em Santo André Desentupir 24h a qualquer hora. O Call Center 11 5522-9000 atende dia e noite, inclusive sábados, domingos e feriados, em todo o ABC.

Conheça a histórica cidade de Santo André


O município de Santo André, na Grande São Paulo tem uma população de cerca de 700 mil habitantes e juntamente com outros seis municípios vizinhos, compõe a região do ABC Paulista.

A antiga vila de Santo André da Borda do Campo, que deu origem a cidade, foi fundada por João Ramalho, português nascido no Viseu, que foi trazido ao Brasil como punição por ter cometido delitos quando servia ao Palácio como escudeiro da rainha.

No Brasil, se uniu à índia Bartira, filha de Tibiriçá, cacique dos valentes Guaianazes, famosos por devorar seus inimigos. Por sua proximidade e facilidade de se comunicar com os índios, Ramalho se tornou um importante canal para a colonização. Como retribuição, exigiu o reconhecimento e a oficialização do povoado como vila.

Só em 1553, Tomé de Sousa, governador-geral da capitania de São Paulo, concedeu autonomia ao povoado de Santo André da Borda do Campo e um pelourinho marcou a fundação da Vila, na qual João Ramalho recebeu os títulos de guarda-mor, capitão, vereador e alcaide-mor (governador).

Mas a rivalidade de Ramalho com os padres jesuítas, os conflitos entre tribos da Confederação dos Tamoios e os nativos da região, além das dificuldades de subsistência e de proteção da vila, motivaram a decisão do então governador-geral, Mem de Sá, de transferir sua estrutura para os campos de Piratininga, sede da capitania junto ao Colégio de São Paulo (onde hoje se localiza o Pátio do Colégio).

Administrativamente, Santo André se tornou um bairro de São Paulo e o governador-geral doa suas terras transformadas em sesmaria a Amador de Medeiros, Ouvidor da Capitania de São Vicente. Em 1717, ele repassada a doação para monges beneditinos do Mosteiro de São Bento. Eles dividem a terras, formando as fazendas de São Caetano do Tijucuçu e São Bernardo da Borda do Campo, que abrangiam toda a região hoje conhecida como ABC.

A fazenda São Bernardo gerou o núcleo urbano do atual município de São Bernardo do Campo, que desde o princípio demonstrou sua vocação para a indústria, com mão de obra fornecida por índios e escravos africanos, maior tarde substituídos por imigrantes da Europa. Ao lado das indústrias, se instalaram no novo núcleo pequenas atividades, como comércio, carpintarias, funilarias, sapatarias, barbearias, pensões e restaurantes.

A produção da região era transportada principalmente através do rio Tamanduateí. A instalação da ferrovia São Paulo Railway, ligando a sede da província ao Porto de Santos, em meados do século XIX, contribuiu para o progresso, agilizando o transporte especialmente do café, cultura se tornava importante para a economia de São Paulo.

Pela facilidade de acesso ao transporte e incentivos fiscais concedidos, muitas indústrias se instalaram ao redor da estação ferroviária então denominada São Bernardo. A cidade cresceu as margens da via férrea e do Rio Tamanduateí até que em 1910, a estação da São Paulo Railway passou ser chamada Santo André (em homenagem a vila fundada por João Ramalho).

Desde o princípio, Santo André já demonstrava ter vocação econômica. Na década de 1930, várias empresas dedicadas a produção industrial e artesanal se instalaram no distrito, principalmente fiações e fábricas de tecidos. A partir da década de 1950, pequenos negócios desapareceram por não se adaptarem as novas exigências do mercado. Na mesma época, a região é alvo de investimentos estatais e estrangeiros especialmente destinados a indústria automobilística, mecânica, metalúrgica, de materiais elétricos e de autopeças. O crescimento econômico atrai mão de obra qualificada e técnicos especializados para operar máquinas cada vez mais produtivas, aumenta o fluxo de trabalhadores para Santo André.

A "guerra fiscal" praticada na segunda metade dos anos 1980 afastou muitas indústrias da cidade. Fornecedoras das grandes montadoras de automóveis, fábricas de autopeças, de componentes para refrigeração, de eletroeletrônicos, de produtos de borracha e de pneus se mudam para cidades que ofereciam terreno a baixo custo, redução de tributos e mão de obra mais barata.

O comércio e a prestação de serviços se tornar geradores de novas vagas de empregos. As fábricas dão lugar aos centros de compra e lojas. Os cinemas de rua são substituídos por salas em Shoppings. Mas Santo André oferece também cultura, lazer e diversão, em casas noturnas, clubes e parques. O Clube Atlético Aramaçan, a Concha Acústica da Praça do Carmo, o Teatro Municipal, o Museu Municipal e a Casa do Olhar exibem eventos de diferentes vertentes artísticas. A primeira Escola Livre de Teatro do Brasil funciona no Teatro Conchita de Mores.

No Centro Histórico e Ecológico da Vila de Paranapiacaba o visitante conhece o Museu Ferroviário, que mostra a contribuição dos trilhos da SPR (São Paulo Railway) para o progresso do estado de São Paulo e realiza passeios por trilhas existentes no restante da Mata Atlântica ainda preservada na região, observando cachoeiras, animais e a vegetação nativa. Os Festivais de Flores da cidade, organizados pela Sociedade Orquidófila de Santo André, compõem as festividades de aniversário de Santo André.

Os amantes da natureza contam ainda com o Parque Celso Daniel e suas pistas para caminhadas, lagos com peixes, quadras poliesportivas e farta vegetação (destaque para a enorme figueira com mais de 150 anos) e o Parque Central, com milhares de árvores, ciclovia, playground infantil, lagos com peixes, pistas para caminhadas, área para aeromodelismo, concha acústica para eventos musicais, garças e outras aves.

Para o público infantil Santo André oferece o Parque Regional da Criança, com brinquedos para diferentes faixas etárias, onde também funciona a EMIA - Escola de Municipal de Iniciação Artística - que mantém cursos gratuitos.

Nos esportes, o voleibol da Pirelli foi uma das mais poderosas equipes da modalidade, revelando estrelas de projeção internacional. O Estádio Bruno José Daniel é o palco de importantes eventos do esporte e o Santo André Futebol Clube se mantém na elite do futebol paulista e brasileiro.

Para prestar atendimento nas redes pública e particular de saúde, Santo André conta com um hospital estadual, um hospital e pronto socorro municipal, os hospitais e maternidades da Faculdade de Medicina da Fundação do ABC, Beneficência Portuguesa, Brasil, Cristóvão da Gama, Santa Helena, Casa da Esperança e Bartira.

Entre os serviços especializados da unidade desentupidora em Santo André está a vídeo inspeção, sistemas dotado de alta tecnologia, que utiliza uma micro câmera de alta resolução, cabos de fibra ótica e lentes de cristal de safira ultrarresistentes para visualizar com absoluta clareza o interior das tubulações, verificando suas reais condições. Os equipamentos de vídeo inspeção permitem localizar irregularidades, realizar diagnósticos e executar reparos sem precisar quebrar pisos ou paredes, além de vídeo inspeção pós-obra. Os procedimentos podem ser gravados em DVD, com as imagens sendo fornecidas para acompanhamento de laudos e relatórios de inspeção.

Caça Vazamento: Na ocorrência de contas altas de água e altas de consumo inesperadas, a desentupidora em Santo André mantém o serviço de caça vazamento, que identifica pontos de fuga de água, altas de consumo de contas de água altas, detectando vazamentos mesmo que imperceptíveis, com equipamentos eletrônicos que capturam ruídos e localizam vazamentos em profundidades no solo ou no interior de pisos e paredes com exatidão, evitando a quebra de pisos, cerâmicas, ladrilhos e outros materiais de acabamento.

A divisão de caça vazamentos da desentupidora em Santo André dispõe de profissionais especializados que identificam vazamentos com precisão absoluta, evitando que as infiltrações no solo possam alcançar as fundações e comprometer a estrutura dos imóveis.

A unidade desentupidora em Santo André dispõe de uma completa estrutura de atendimento para Santo André e região do ABC. E a Desentupir 24h fornece garantias por escrito para todos os serviços que executa.


Este conteúdo é protegido pela lei de direitos autorais (Lei 9.610 de 19/02/1998). Sua reprodução total ou parcial é proibida nos termo da lei.

Copyright a Desentupir 24h Comércio de Serviços Ltda. © 2015