LIGAMOS AGORA!

SE PREFERIR, LIGUE GRÁTIS

0800 772-9000

Decoração de natal: É linda, mas pode gerar gastos!

Alta na conta de luz e no preço do dólar aumentam gastos com a decoração de natal


Decoração de natal aumenta os custos

As festas de fim de ano são momentos de reunir a família e amigos para as celebrações. Com a época, vem o desejo de deixar a casa iluminada e ainda mais bonita com a decoração de natal. No entanto, devido aos altos custos que recaem principalmente na compra dos itens e na conta de luz, muita gente está se limitando para caprichar apenas nas árvores de natal ou então cortando de vez esse tipo de tradição.

O motivo que tem feito os bolsos pesarem é a valorização do dólar, que provocou o aumento no custo dos produtos que dependem de importação, como enfeites, velas, guirlandas, louças e até mesmo luzinhas, e está afugentando os consumidores das lojas de decoração nesse natal. É por isso que os estabelecimentos que focavam suas vendas de final de ano em decoração natalina viram suas vendas caírem 50%, sobretudo do pisca-pisca, e estão precisando se reinventar.

Não é somente o dono da residência que está cortando os gastos natalinos. Os condomínios também entraram nesta onda e estão reaproveitando a iluminação e decoração de outros anos, enquanto que estabelecimentos comerciais que antes proporcionavam verdadeiros espetáculos também extinguiram ou simplificaram os tradicionais enfeites.

Gastos com a iluminação natalina


Iluminação natalina em casa

Em dezembro, os consumidores que optarem por iluminar a casa para o natal provavelmente vão se deparar com uma conta de luz mais cara no fim do mês. No entanto, não é possível afirmar exatamente quanto será o aumento, pois o gasto de energia com o pisca-pisca depende muito da quantidade de lâmpadas que será utilizada na decoração e a potência delas.

Um conjunto de luzinhas natalinas geralmente possui de cem a 200 lâmpadas, cada uma com potência de 0,35 watts. Um conjunto de lâmpadas maiores pode chegar a consumir 0,07 kWh. No entanto, como os preparativos para as festas começam cada vez mais cedo, é estimado que o pisca-pisca seja usado por, pelo menos, 30 dias.

Se acesas oitos horas por dia, o consumo no final do mês pode chegar a 16,8 kWh, o que não é considerado alto. No entanto, como o mês de dezembro é o período em que se mais gasta energia no ano, com mais banhos devido ao calor, geladeira na temperatura mais fria e ar condicionado ou ventilador ligado o tempo todo, o uso extra das luzes pode causar uma surpresa no orçamento.

Como o gasto está diretamente relacionado à potência das lâmpadas e ao tempo em que elas ficam ligadas, uma redução de três no tempo em que elas passam acesas, como por exemplo reduzir de oito para cinco horas por dia, pode representar uma economia considerável.

Como economizar na decoração de natal


Iluminação de nata pode gerar gastos

Para quem não quer abrir mão da decoração natalina e também não quer ter uma surpresa desagradável no fim do mês, com a chegada da conta de luz, a dica é investir em piscas de lâmpadas de LED. As luzes desse tipo, além de serem mais resistentes até mesmo para utilização em áreas externas, representam uma economia de 60% no bolso do consumidor se comparadas às luzes incandescentes das lâmpadas tradicionais. As lâmpadas natalinas de LED são a melhor opção para as famílias, para os condomínios residenciais e para as empresas, pois, como iluminam muito mais, deixam o visual mais bonito e podem ser desligadas mais cedo, reduzindo o consumo de energia.

Para acertar na compra, o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia) orienta que na hora escolha é importante que o consumidor verifique se a embalagem informa tensão, corrente, potência máxima e nome do fabricante ou importador. Prefira adquirir esse tipo de enfeite em lojas que fornecem nota fiscal, para garantir a troca em caso de defeito.

Já na hora de acrescentar os demais enfeites típicos, a dica é reutilizar o material de outros anos ou criar e personalizar objetos com embalagens recicláveis. É possível construir uma linda árvore natalina ou guirlanda para a sua porta de entrada com garrafas PET. Pedaços de feltro e de tecido de algodão, com alguns detalhes como paetês, sianinha ou botões também compõem esses símbolos essenciais.

Os paletes também são uma ótima forma de incrementar a decoração de natal, de forma barata e atual, ainda mais se você já tiver madeira velha em casa. Com um pouco de tinta em spray nas cores vermelho ou dourado, eles podem se tornar a base para a árvore, abrigar um presépio ou armazenar os utensílios que serão usados na ceia.

As velas, por serem tradicionais da época, podem ser utilizadas em uma composição com água. Vasos ou copos grandes, com pérolas ou plantas ao fundo, podem ser preenchidos com água e, em seguida, com as velas. Elas irão flutuar, proporcionando à decoração um toque de delicadeza e luxo.

Você também pode gostar de:


Conheça algumas dicas para economizar, que fazem a diferença no final do mês!


Já as pinhas, ainda mais tradicionais que as velas no período natalino, podem fazer um conjunto com compotas. Se preferir, pinte as pinhas com spray dourado para refinar o ambiente. No caso das compotas, forre a metade inferior do vidro com renda branca, fixando com cola quente e na base, e faça um laço com uma fita vermelha. Você também pode colocar uma ou duas velas dentro das compotas, dependendo do tamanho do vidro.

Utilizando esse tipo de material, barato e fácil de ser encontrado, e econômicas lâmpadas LED, você conseguirá fazer uma decoração caprichada nesse final de ano. Se ainda não começou a enfeitar o seu espaço, agora é a hora, pois em pouco tempo, já estaremos em 2017!

Nós nunca sabemos quando vamos precisar de uma empresa desentupidora. Por isso, não hesite em contatar a Desentupir 24h!

Este conteúdo é protegido pela lei de direitos autorais (Lei 9.610 de 19/02/1998). Sua reprodução total ou parcial é proibida nos termo da lei.

Copyright a Desentupir 24h Comércio de Serviços Ltda. © 2015