GUARAPIRANGA GANHA “ABRAÇO” PELA PRESERVAÇÃO DE MANANCIAIS

Represa abastece 4 milhões de moradores da região sudoeste de Capital

Organizações de defesa do meio ambiente organizaram a oitava edição do “abraço” simbólico a Guarapiranga, evento que contou com um passeio ciclístico, plantio de mudas, oficinas ambientais sobre a limpeza de água e ensino da milenar arte japonesa da montagem de arranjos de flores entre outras atividades paralelas.

Segundo os organizadores, o “abraço” representa uma  demonstração de carinho e respeito por uma de das principais fontes de abastecimento de água potável da cidade, que assim como outros mananciais, vem sofrendo com o acúmulo de resíduos, lixo e a ocupação desordenada de suas margens, responsável pela maior das ameaças: o despejo irregular de esgoto.

Loteamentos clandestinos em áreas de manancial lançam detritos diretamente na Guarapiranga, causando o crescimento desordenado de plantas macrófitas, que em pequenas quantidades são benéficas para o meio ambiente, mas ao se multiplicar sem controle, morrem, vão para o fundo da represa, agravando o assoreamento e reduzindo a quantidade de água apropriada para o consumo.

A solução seria a construção de uma rede de esgoto interceptora em torno de toda a represa para evitar que os resíduos gerados pelas ligações irregulares alcancem o reservatório.

Fonte: Desentupir 24h

Categorias: Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *